Meio&Mensagem

Evento ProXXIma

17 E 18 DE NOVEMBRO - 09H30 ÀS 20H00 WTC SÃO PAULO - SÃO PAULO/SP

Google: Por uma internet livre e aberta

Em painel com conteúdo selecionado pela marca, Fabio Coelho, presidente no Brasil, falou sobre o papel do digital na educação, em conexões mais humanas e na economia

Victória Navarro
28 de outubro de 2020 - 16h10

Na edição de 2020 do evento ProXXIma, Fabio Coelho, presidente do Google Brasil e vice-presidente do Google Inc, abordou a importância da privacidade de dados, da acessibilidade da internet, do desenvolvimento de tecnologias para auxiliar a humanidade e da digitalização como porta de entrada de boas oportunidades. Em painel com conteúdo selecionado pela empresa, o profissional destaca que, neste ano, mesmo com todos os desafios impostos pelo novo coronavírus, o digital ganhou ainda mais importância, seja na educação, em conexões humanas ou na economia.

 

Fabio Coelho, presidente do Google Brasil e vice-presidente do Google Inc, no ProXXIma (crédito: divulgação)

Internet livre
Hoje, metade do nosso planeta está online. E, é difícil imaginar um mundo, especialmente nos dias atuais, sem tudo que a internet tem a nos oferecer. Há 25 anos, a internet começou a chegar nas nossas vidas e na vida dos brasileiros comuns. O marco desse chegada foi o lançamento do primeiro plano de acesso comercial feito pela Embratel, em maio de 1995. Antes disso, essa rede de computadores ficava limitada a universidades, governos e centros de pesquisa. Hoje, podemos nos conectar a todo o conhecimento do mundo, fatos, notícias importantes, aprender, nos expressar e encontrar os melhores preços, na internet.

Nós sabemos o quanto é importante ter uma web aberta e acessível para todos. E, que juntos, governos, empresas e cidadãos, temos a responsabilidade e a oportunidade de continuar evoluindo e pensando em como seguir melhorando a internet e a sua sustentabilidade. Por isso, o Google foi uma das primeiras empresas a assinar o Contrato pela Web, uma iniciativa global que convoca essas três instâncias a trabalharem juntas em compromisso a uma web mais segura e acessível. Nós comprometemos a respeitar a privacidade e dados pessoais de todos, fazer com que a internet seja acessível e desenvolver tecnologias que ajudem a apoiar o melhor da humanidade.

Para garantir a privacidade e os dados pessoais, evoluímos constantemente os controles para que cada um dos usuários tenha mais clareza de seu poder de escolha, de definir o quanto cada um quer compartilhar e o quanto prefere ou não uma experiência mais personalizada. Só, neste ano, a página de conta e privacidade do Google foi acessada mais de 12 bilhões de vezes.

Para que a internet seja acessível para todo mundo, nós trouxemos projetos de educação, empreendedorismo online e criação de oportunidade econômicas. De março a agosto, a procura pelos canais de educação do YouTube cresceu 40% em média, por mês. E, o total de inscritos atingiu pico recorde de 80 milhões de pessoas.

Trouxemos projetos de inclusão e diversidade como o Womem Will, um treinamento digital de soft skill que já atingiu mais de 140 mil mulheres no Brasil. O projeto vem para elas desenvolverem negócios ou para que consigam um emprego.

Digitalização
Uma das principais conclusões de uma pesquisa feita em parceria entre o Google e a McKinsey é que a digitalização tem repercussão direta sobre a renda e oportunidade de desenvolvimento social no Brasil. Segundo o estudo, a pessoa com maior nível de digitalização é 5% mais propensa a aplicar um trabalho online e tem duas vezes mais chance de conseguir ser contratada.

Além disso, o desenvolvimento de competências digitais tem o poder de adicionar a nossa economia cerca de US$ 70 bilhões no PIB até 2025.

No Google News Initiative trabalhamos com a indústria de notícias para melhor destacar o conteúdo de qualidades nas nossas plataformas. Nos três primeiros anos, o Google vai investir, globalmente, US$ 1 bilhão em parcerias com veículos jornalísticos responsáveis por criar e selecionar conteúdos de alta qualidade. No Brasil, há mais de 20 nomes no grupo de publishers parceiros.

Publicidade digital
O Google sabe que não cabe apenas a uma empresa, mas sim a indústria, trabalhar em conjunto para o desenvolvimento da publicidade digital. A publicidade digital evoluiu junto com a rede. Hoje, todos os tamanhos de negócios contam com plataformas para auxiliar na gestão de seus anúncios digitais, de maneira eficiente, com escala e alcance, o que até pouco tempo não era possível. Ao mesmo, a publicidade digital permitiu com que criadores de conteúdo pudessem prosperar economicamente, disponibilizando seus espaços publicitários, em seus site, blogs, canais de vídeos e aplicativos.

*Painel do patrocinador: Google

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Google

  • acessibilidade

  • conexões

  • dados

  • digitalização

  • educação

  • fabio google

  • internet

  • internet livre e aberta

  • privacidade de dados

Patrocínio Master

Realização