Meio&Mensagem
Publicidade

Evento ProXXIma

9 E 10 DE MAIO DE 2017 | SHERATON SÃO PAULO WTC HOTEL - SP

Natura mostra sua face digital

Vice-presidentes da companhia mostram como marketing, inovação e tecnologia estão juntos na transformação do que a companhia faz hoje e construção do negócio no futuro

Roseani Rocha
10 de maio de 2017 - 18h03

Andrea Alvares e Agenor Leão, da Natura: trabalho a quatro mãos (Crédito: Denise Tadei)

Andrea Alvares, vice-presidente de marketing e inovação da Natura, diz que Agenor Leão, vice-presidente de negócios digitais da companhia é praticamente seu “irmão siamês” hoje em dia. A brincadeira faz alusão a uma realidade: o quanto as duas frentes têm atuado juntas na companhia para inovar processos e adequá-la às demandas dos consumidores e em como a Natura deve se relacionar com estes e também com outros públicos que são caros à empresa, como suas milhares de consultoras.

Também com bom humor, Leão relembrou aos presentes no painel que o setor de tecnologia é um dos únicos dois que chamam seus clientes de “usuário” (o outro é ilegal, brincou) e por muito tempo ficou restrito a automatizar processos e gerar dados a respeito. Hoje, chegou-se a um ponto que ele prevê o fim, num futuro breve, dos “departamentos” de TI, tão integrada às diversas frentes de ação das empresas está a atividade, numa função atualmente muito mais estratégica.

“Muita gente se surpreende ao perceber quão digital já está a Natura hoje”, ressaltou Andrea, por sua vez. Embora assuma que a empresa tem investido numa estratégia mais multicanal, inclusive pela abertura de lojas físicas, e ter um e-commerce intenso, segundo ela a grande natureza digitalizável hoje está no modelo da venda direta, que considera dos mais modernos que existe por representar uma venda por afinidade e influência.

Por acreditar nesse potencial, a Natura encarou o desafio de usar o digital para fomentar sua rede de consultoras, tanto pelo Rede Natura, plataforma que possui 100 mil consultoras cadastradas, com suas URLs específicas e treinamento em marketing digital para incrementar a visibilidade de seus espaços de venda, quanto via e-commerce propriamente dito. Para isso, a empresa tem investido em ferramentas como Apps, BI e Big data, captação por voz, soluções de comunicação e interatividade, machine learning, rtd, chatbots e realidade aumentada. E também busca integração do digital em suas campanhas publicitárias, como fez recentemente com a Casa de Perfumaria do Brasil, um institucional para a categoria de perfumes da marca.

Quanto aos aplicativos especificamente, hoje, o app para as consultoras possui 315 mil delas ativas, colaborou com incremento de 10,2% na produtividade e responde por 15% da receita total de vendas da Natura. Já o App Natura, voltado aos consumidores finais, tem 200 mil downloads, 25% de retenção e responde por 10% da receita.

A agenda digital da Natura, afirmam seus executivos, passa por transformar o negócio existente e construir um novo negócio digital e neste caso, avaliando até o impacto e possibilidade do uso dessa nova cultura digital em favor do desenvolvimento de produtos e da premissa de sustentabilidade que sempre pautou a atuação da Natura.

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Agenor Leão

  • Andrea Alvares

  • Natura

  • App Consultoria Natura

  • App Natura

  • Rede Natura

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”

Comentário: Nenhum comentário

Deixe seu recado

Produção

Realização